[+18] Bom dia, Jennifer Oliveira

Tempo de leitura: 3 minutos

[+18] Bom dia, Jennifer Oliveira

Nota editorial: acreditamos que nudez, sensualidade, libido e pluralidade são discussões essenciais de nosso tempo. E que há espaço para tratar disso sem objetificar e ofender, mas sim valorizando toda a riqueza do masculino e do feminino. Para entender porque publicamos ensaios de homens e mulheres e saber mais sobre o que aspiramos para a série “Bom dia”, leia o que escrevemos cá. E se tem um experiência que deseja publicar, fale conosco pelo contato@prazeresocultos.com.br .

* * *

Tirar a roupa nunca foi difícil. Na verdade, quando pequena, não via a hora do banho pra tirar tudo.

Minha mãe sempre conta “você saia do banho e colocava só um chinelo e uma toca, era seu ritual, ficava peladinha”. Foi porquê eu vim ao mundo, minha forma mais pura e proveniente.

Na juventude passei por uma temporada difícil de aprovação. Acho que todos passam por isso, não me encaixava no “padrão”. As meninas da classe sempre foram mais evoluídas/gostosas e eu sempre muito magra, mas nunca era o suficiente.

Nunca havia fotografado, nem com roupa imagina sem. Com 18 anos fiz meu primeiro experiência nu, com o meu melhor colega Rony Hernandes. Ele me deu entrada à liberdade, ele me ensinou a auto-aceitação, me deu um pedacinho dessa experiência,fe z eu saber a melhor secção de mim. Pela primeira vez eu senti o empoderamento de ser mulher.

Eu sempre digo que “meu corpo é minha arte, é muito mais do que um nu, é porquê eu me expresso. Cru. Sem zero. Zero de roupas, sem máscaras, exclusivamente meu corpo.”

Foi exatamente o que o Gabriel conseguiu retratar nessas fotos.

Não posso expressar que é fácil, mesmo estando no século XXI ainda existe o preconceito sobre o nu e os comentários maldosos vêm em seguida.

Conheci o Gabriel através de uma palestra de retrato na qual fui padrão. A gente sempre quis fazer um job juntos e quando surgiu a oportunidade, nos agarramos a ela. O resultado foi incrível.

Ele tem um olhar muito sensível, conseguimos expressar exatamente a pureza que o nu significa pra mim.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado em 14 de Maio de 2018, 09:21





Fonte: papodehomem.com.br

O sexo, a paquera e o paixão nos desenhos do Marcos Chin

O poder da amizade masculina