4 exemplos de trabalho com as masculinidades no Brasil

4 exemplos de trabalho com as masculinidades no Brasil – PapodeHomem
Tempo de leitura: 2 minutos

4 exemplos de trabalho com as masculinidades no Brasil

Diariamente recebemos e-mails, comentários e mensagens tanto cá no site quanto em nossas redes perguntando a reverência de grupos de homens e iniciativas que executem trabalhos com foco na transformação das masculinidades.

Uma vez que segmento do trabalho de pesquisa e produção do nosso documentário “O silêncio dos homens”, feito em parceria com Suplente e Natureza, percorremos o Brasil encontrando pessoas que estão nas trincheiras, compreendendo as minúcias das questões dos homens no nosso país.

No vídeo aquém trazemos cinco delas.

Pedro de Figueiredo do Projeto Memoh, Gustavo Tanaka do Brotherhood, Túlio Custódio da Inesplorato e José Bueno da Roda 50-75 falam um pouco sobre uma vez que conduzem seus trabalhos com homens.

Link Youtube

Caso você veja o vídeo e sinta-se inspirado e queira fazer segmento de alguma maneira, você pode entrar em contato com eles diretamente pelos respectivos links:

Se, por possibilidade, não morar em uma região onde seja fácil o chegada ao trabalho deles, temos cá mesmo no PapodeHomem uma lista expandida com 129 iniciativas que trabalham com masculinidades. Vale checar se há alguma perto de você.

E, caso ainda assim, não tenha zero nem ninguém, sugerimos de coração que cogite gerar o seu próprio grupo. Criamos um guia principalmente pra isso.

Mecenas: Natureza Varão

​Compre cá.

Novo Natureza Varão Dom é inspirado no varão que tem o dom de unir sua força e mel. Acreditamos que há diferentes formas de masculinidades e apoiamos esse movimento. O varão não precisa encarar sua veras de forma tradicional ou radical. Não há mais motivos para ser extremista. Esse varão aprendeu a seguir sua condolência e decidiu agir da sua forma no mundo, encontrando balanço para quais batalhas valem a pena encarar e uma vez que as enfrentará.

Natureza Varão Dom celebra o varão que chora, o varão que ri, o varão que demonstra sentimentos, o varão que diz ‘Te senhoril”.


publicado em 05 de Dezembro de 2019, 00:05





Natividade: papodehomem.com.br

Me sinto mal por minhas parceiras terem aproveitado mais a vida que eu |Mentoria #59 – PapodeHomem

Me sinto mal por minhas parceiras terem aproveitado mais a vida que eu |Mentoria #59

Não me dê parabéns, apoie um desses projetos

Não me dê parabéns, apoie um desses projetos