Porquê proteger seus filhos do risco da internet? Confira no Vittude Blog.

Como proteger seus filhos do perigo da internet? Confira no Vittude Blog.
Tempo de leitura: 4 minutos

Porquê proteger seus filhos do risco da internet? Confira no Vittude Blog.

Muro de 80% das crianças e jovens navegam na internet sem o controle dos pais. Na verdade, 45% dos pais nem fazem teoria de quanto tempo seus filhos passam em frente ao computador. Esse é o resultado de uma pesquisa da consultoria Prince & Cooke, que entrevistou mães e pais de crianças de 7 a 14 anos.


Pesquisas apontam que redes sociais porquê o Facebook e Twitter têm sido menos utilizadas entre os jovens por serem controladas pelos pais. Assim, eles migraram para os aplicativos de celular que permitem conversação, tais porquê o Whatsapp e o Snapchat, onde o teor pode ser facilmente sumido, sem rastros para a exprobação dos cuidadores.

Muitos dos pais de hoje são de uma geração que não cresceu utilizando dessa tecnologia. Em sua maioria, não tem noção do risco que a internet pode trazer. No que se relaciona à sexualidade, muitos jovens buscam sites de sexo explícito no mundo do dedo. Ficam assim diante de conteúdos que não são verossímeis à veras. Assistem a cenas de sexo grotescas, afronta sexual de mulheres e sexo com menores.

Internet e seus perigos

Além de estimular expectativas falsas, sobretudo nos garotos que esperam performances de atriz pornô das namoradas, a pornografia online pode tirar um pouco a perdão do sexo fora do universo virtual.

A explicação é a seguinte: o jovem fica tão saciado com o que está vendo que não se interessa mais pelo namoro. O rito da sedução e da fantasia até chegar ao ato sexual e ao orgasmo perde o portento. Fica dessensibilizado para o sexo com outra pessoa.

Consequências da precocidade

Para Paulo Rennes, Professor do Programa de Pós-Graduação em Instrução Sexual da Universidade Estadual Paulista, a procura pelo prazer inopino da pornografia também tem origem na repressão imposta pela sociedade, que não permite a existência de uma espontaneidade sexual. “Se os jovens não têm outras fontes de informação, espaços para reflexão, possibilidades de questionamento, só conhecerão e reproduzirão a prática sexual oferecida na pornografia”.

A exposição de conteúdos sexuais não adequados a crianças e jovens antecipa uma curiosidade que deveria ser respeitada nas diferentes fases do desenvolvimento humano. O jovem vem adquirindo maturidade emocional para mourejar com as implicações de uma relação sexual ao longo de sua vida.  Estimular essa antecipação é prejudicial ao desenvolvimento emocional e sexual de um jovem, que pode vir a ter fantasias e ansiedades desnecessárias quando for um adulto.


O ideal seria que o primícias da utilização da internet pelas crianças fosse escoltado dos pais em morada. Porém, isso implica em algumas questões.
Muitas casas ainda não possuem entrada a internet em um computador. A maioria dos pais não tem conhecimento tecnológico para ensinar seus filhos. Eles também não mensuram o tamanho do risco envolvido, porquê já mencionamos.

Cyberbulling e sexting na internet

O risco abrange outras formas de violência cibernética porquê cyberbulling e sexting.

Bullying (sentença traduzida porquê “intimidar” ou “amedrontar”) tem porquê principal particularidade a agressão (física, moral ou material). Sempre premeditado e repetida várias vezes sem uma motivação específica. Mais recentemente, a tecnologia deu novidade face ao problema. E-mails ameaçadores, mensagens negativas em sites de relacionamento e torpedos com fotos. Muito porquê, textos constrangedores para a vítima foram batizados de cyberbullying.

Dentro do cyberbulling, há uma ramificação denominada sexting, onde conteúdos de origem sexual, fotos e vídeos em sua maioria são postados na internet sem o consentimento da pessoa. O sexting vem sendo usado porquê uma forma de “revanche sexual”. Há muitos casos de ex-namorados(as) que postaram na internet tais conteúdos porquê vingança posteriormente o termino do namoro. Tais comportamentos só mostram que os jovens estão cada vez menos preparados para lidarem com suas frustrações emocionais.


Leia mais:

Porquê anda seu nível de depressão, sofreguidão e stress? Faça o teste agora!


Consequências emocionais

E as consequências emocionais para os que sofrem esse tipo de violência, muitas vezes, abarcam a depressão, crises de síndrome do pânico e, em casos graves, o suicídio. É de máxima valor que os pais orientem cada vez mais seus filhos sobre os perigos da utilização da internet. Esta é somente uma utensílio facilitadora. Porém, muitas vezes é usada de forma a errônea e pode levar a graves traumas.

Gerar um rebento nos dias atuais não é uma tarefa fácil. Qual é a melhor maneira de dosar a liberdade e o controle? Para muitos pais, trata-se de buscar o estabilidade entre a privacidade e a preocupação. Somente com muita conversa é verosímil encontrar esse estabilidade. Se uma petiz ou jovem iniciar a apresentar um comportamento fora do usual dela – porquê não querer ir à escola, transpor ou trebelhar, não dormir e não consumir – , é muito prudente que um psicólogo averigue o motivo desse comportamento. Um pouco sério pode ter sucedido sem que os pais tenham tomado conhecimento.

Plataformas porquê a Vittude podem facilitar a procura por um psicólogo que atenda a requisitos específicos para atender a todos que precisem de comitiva. Acesse nosso site e confira você mesmo todas as oportunidades oferecidas!

Cláusula revisado em: 18/10/2019

Gostou do post? Portanto assine nossa newsletter para receber, em sua caixa de emails, notificações de nossos conteúdos e novidades!

Você também pode gostar:

Esquizofrenia: conheça os tipos, sintomas e tratamentos

Síndrome de Borderline: conheça os sintomas e tratamentos deste transtorno





Nascente: www.vittude.com

depressão pós-parto

Homens também podem suportar de depressão pós-parto

Desespero: o que fazer para controlá-lo

Desespero: o que fazer para controlá-lo