Uma vez que saber se tenho a vagina normal?

vagina normal
Tempo de leitura: 2 minutos

Uma vez que saber se tenho a vagina normal?

Face leitora, por casualidade você perde o sono se perguntando se tem uma vagina normal? Se sim, desencane. Sua vagina é normal sim. Uma vez que eu sei? É porque não existe um padrão do que pode ser considerado normal ou irregular quando se trata da genitália feminina. É o que aponta a maior pesquisa já feita sobre o tema, recentemente publicada na revista especializada BJOG: An International Journal of Obstetrics and Gynaecology.

Levado pela médica Anne Kreklau, do Cantonal Lucerne Hospital, na Suíça, o estudo contou com a ajuda de 657 mulheres, com idades entre 15 e 84 anos, que toparam ter a vulva (dimensão externa do órgão genital feminino, que inclui os pelos e os grandes e pequenos lábios), a vagina (conduto interno que termina no útero), o clitóris e outras áreas medidos pela equipe do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia do hospital. O resultado: a variedade das medidas é tão grande que se torna impossível indicar um padrão que seria considerado normal. Em outras palavras, não existe essa coisa de “vagina normal”, só existem vaginas de todos os tipos, tamanhos e formas.

Você quer números? Pois não. O comprimento dos pequenos lábios das voluntárias variou de 4,3cm a 10cm. Já o tamanho do clitóris foi de 0,05 a 3,4cm. E a orifício vaginal alcançou de 0,6cm a 7,5cm. Um pormenor: todas as mulheres eram caucasianas (brancas), ou seja, se outras etnias forem incluídas, a variação deve ser ainda maior, apontam os pesquisadores.

Em incerteza sobre as diferentes regiões da vagina? Faça o quiz e teste seus conhecimentos

Por que estudar a “vagina normal”?

Os pesquisadores explicam no estudo que faltam dados precisos sobre o tema, que se torna relevante oferecido ao crescente número de cirurgias estéticas vaginais.

As cirurgias plásticas genitais, porquê as que reduzem o tamanho dos pequenos lábios, são uma febre no mundo todo, sendo que o Brasil se tornou vencedor na realização de tal procedimento. E estudos apontam que a maior secção das mulheres procura o procedimento motivada exclusivamente por pressões estéticas.

Leia também: “Clareamento do pênis: a cobrança por um órgão sexual ‘perfeito’ chegou aos homens?” 

Um levantamento também publicado na BJOG apontou que quase a totalidade das mulheres que buscaram o Serviço Pátrio de Saúde dos Estados Unidos para fazer a redução dos pequenos lábios não tinha nenhuma premência de realizá-la. Das 33 pacientes entrevistadas no estudo, exclusivamente três apresentavam uma assimetria entre os dois lados que podia ser revisto por meio de cirurgia, mas nenhuma apresentava um problema real de saúde.



Nascente: blogs.correiobraziliense.com.br

A relação dos homens com o médico e como não fazer parte do clichê do homem descuidado com a saúde – PapodeHomem

A relação dos homens com o médico e uma vez que não fazer segmento do clichê do varão desmazelado com a saúde

medula ossea

Conheça mais sobre a doação de medula óssea