Porquê usar vibratório: dicas, passo a passo… tudo o que você precisa saber!

Como usar vibrador - o vibrador é um aparelho introdutório para simular a penetração masculina e estimular sexualmente a mulher.
Tempo de leitura: 6 minutos

Porquê usar vibratório: dicas, passo a passo… tudo o que você precisa saber!

Pode parecer bobagem, mas o vibratório é um grande companheiro da mulher.

Ele tirou do varão o poder de dar prazer a ela e mostra que, sim, você não depende de ninguém para gozar!

Mas, por uma questão moralista, há uma certa vergonha de ler sobre o tópico, conversar com as amigas ou entender o funcionamento do aparelho.

Logo finalmente, porquê usar vibratório?

Com o progresso da tecnologia, até os brinquedos eróticos avançaram. Hoje, um vibratório pode ter dezenas de intensidades para vibrar e pulsar. E se você não gosta do velho divulgado consolo, não se preocupe: há aparelhos tão discretos que sequer dá para imaginar que são brinquedos eróticos.

Neste post, você vai aprender:

  • O que é vibratório;
  • Porquê usar vibratório;
  • Quais os modelos mais conhecidos no mercado.

Vamos lá?

Por fim, o que é vibratório?

É um aparelho introdutório para simular a penetração masculina e estimular sexualmente a mulher.

Porquê usar vibratório?

Existem diversos modelos de vibratório, portanto as formas de utilização podem variar. Mas 4 principais maneiras são:

No clitóris

Apesar de introdutório, quem sabe porquê usar vibratório já descobriu que o aparelho também pode ser usado externamente, próximo ou em cima do clitóris, para estimulá-lo.

O importante é que você vá com calma, numa vibração em menor intensidade, já que a região é hipersensível.

Na vagina

É a penetração convencional, com a introdução na vagina. Nesse caso, o clitóris será estimulado por trás.

As vibrações e pulsações estimulam as zonas erógenas internas da vagina, excitam e melhoram a lubrificação vaginal e o fluxo sanguíneo.

No períneo

O períneo é aquela região que fica entre a vagina e o ânus. Usar o vibratório nessa espaço pode ser uma boa estimulação para quem ainda não tentou a penetração anal.

O uso é da mesma maneira que a estimulação clitoriana — basta recostar o aparelho. O prazer vem pelo aumento da circulação sanguínea que a vibração proporciona.

No ânus

Se você já gosta ou quer testar a penetração anal, saber porquê usar vibratório na região pode ser a melhor escolha! No entanto, é necessário ter muuuuuito mais zelo, já que nem todos os aparelhos foram feitos para esse tipo de estimulação.

Não tem susto?

Logo, preste atenção no transe: quando o aparelho não é voltado para o ânus, a pressão anal pode puxá-lo para dentro do corpo, e só poderá ser retirado com mediação cirúrgica. Ui!

Logo, fique atenta: os vibradores voltados para o ânus tem a base mais larga. Antes de tentar, leia todas as especificações do resultado, notório?

Ah, tenho mais duas especificações para sua higiene e saúde (já avisei que o zelo é muito maior, hein!): nunca use o vibratório no ânus e em seguida na vagina sem lavar antes.

Essa região está sempre em contato com fezes, e a vagina é hipersensível aos micro-organismos da região. Mas se a sua intenção for essa, use uma camisinha no vibratório antes de introduzi-lo no ânus.

Como usar vibrador - não existe um tipo perfeito de vibrador, pois cada mulher sente prazer de maneiras diferentes.
UOL

Qual o padrão de vibratório ideal?

Não existe um tipo perfeito, pois cada mulher sente prazer de maneiras diferentes.

Saber porquê usar vibratório é também entender o que você deseja. Hoje, a tecnologia possibilitou uma enorme gama de modelos, que vão desde aqueles que imitam a textura da pele peniana até os pequenos e discretos.

Os menores são voltados à estimulação clitoriana, enquanto os com formato peniano são usados também para a penetração. Por isso, muitas mulheres costumam ter os dois — o menor, por exemplo,  pode ser usado com o parceiro colocando em você.

Já os maiores podem servir para testar fantasias, porquê a dupla penetração e o sexo a três.

Por falar nisso, você pode encontrar vários vibradores na Caixa Oculta! Meu site de produtos eróticos!

A Caixa Oculta é o clube de assinatura do libido, mistério, paixão. Todo mês chega uma caixa com surpresas na sua moradia!

Quais os modelos de vibratório disponíveis no mercado?

Além de saber porquê usar vibratório, você precisa saber o que está disponível no mercado. Veja:

Pênis

O formato peniano é extremamente popular por ser uma prótese com vibração.

Observe o material de fabricação e a largura da base (quando larga, o resultado pode ser introduzido no ânus). Vibradores feitos com ciberskyn têm textura que imita a pele humana.

Antes de comprar, pergunte ao vendedor ou leia as especificações e pergunte se ele pode ser introduzido e, principalmente, se vibra. Muitas pessoas compram próteses achando que são vibradores.

Invólucro ou bullet vibratório

A invólucro ou bullet tem um formato de uma pílula grande. Ele pode ter um fio que o liga ao controle de velocidade e vibração ou somente uma cordinha para puxá-lo da vagina.

Antes de usá-lo, higienize a  invólucro com chuva e sabão e seque muito. Depois, coloque pilhas e ligue-o.

Ele é multifuncional: pode ser usado no clitóris, introduzido na vagina ou reclinado no períneo. De jeito nenhum coloque-o no ânus: o vibratório pode permanecer recluso e, ao tentar puxá-lo, o fio se romper.

Personal

O vibratório personal também tem formato fálico, mas é mais simples e modesto.

Outrossim, tem uma enorme gama de texturas (de borracha, lisa, aveludada, ondulada), cores, tamanhos e até pontas — as mais curvas estimulam pontos vaginais mais sensíveis. Costuma ser o mais barato e pode ser usado tanto na vagina quanto no períneo. A maioria tem a base mais fina e não pode ser introduzida no ânus.

Ele também precisa de limpeza prévia e de pilhas. Ligue-o antes da utilização e, se o padrão não for do tipo liso, use um lubrificante.

Butterfly

Porquê o nome indica, o butterfly tem a forma de uma mariposa.

Apesar do design dissemelhante, sua utilização é muito simples: basta prendê-lo ao corpo com a cinto que vem acoplada e colocá-lo em cima do clitóris, para estimulá-lo. Não precisa de lubrificante.

Rabbit

Mais um vibratório com nome de bicho — mas, diferentemente do seu irmão, o rabbit não lembra um coelho.

Os diferenciais desse aparelho são o tamanho (ele é grande!), a forma de utilização (é rotatório ou seja, circunvalar) e a versatilidade. Também conta com uma ponta que permite estimular o clitóris durante a penetração vaginal.

Há modelos que contam com uma terceira pontal, para estimulação anal ou perineal. Antes de utilizá-lo, faça a limpeza com chuva e sabão, coloque pilhas e use um lubrificante.

Ponto G

Ele tem formato fálico, mas um pouco mais modesto que o personal. Conta com uma ponta curva para estimulação clitoriana. Sua utilização é também semelhante a do personal.

Em formato de U

Esse estimulador tem dois cabinhos — por isso o formato de U. Enquanto um deve ser disposto dentro da vagina, o outro fica na segmento externa estimulando o clitóris.

Antes de utilizá-lo, faça a limpeza e coloque pilhas.

Argola vibratório

Esse foi feito para ser utilizado na base do pênis do parceiro. O argola é emborrachado e conta com um vibratório que vai funcionar durante a penetração.

Só é necessário tomar zelo, já que ele aperta o pênis e pode atrapalhar a circulação sanguínea.

O parceiro também pode utilizar o aparelho?

Pode, mas somente na parceira — ele não pode massagear ou introduzir o aparelho no próprio corpo.

Assim porquê uma escova de dentes, o vibratório é um item de uso pessoal e intransmissível.

Por mais limpo que esteja, ele entra em contato com regiões sensíveis e de subida contaminação do corpo, podendo até passar infecções sexualmente transmissíveis (IST). Portanto, é melhor não aventurar.

Devo usar o vibratório sempre com camisinha?

Dependendo do padrão, sim.

Além do que te falei ali em cima sobre higiene, a camisinha preserva o vibratório e prolonga sua vida útil.

Quais os benefícios do vibratório?

A mulher que sabe porquê usar vibratório já entendeu muito os seus benefícios. Olha só:

Prazer próprio

Quando a mulher sabe porquê usar vibratório e escolhe um padrão perfeito às suas necessidades, descobre que não precisa de varão para ter prazer.

Lembre-se, é evidente, de que o vibratório não substitui uma relação sexual — que é muito mais do que a penetração.

Porém, inúmeras mulheres nunca conseguiram chegar ao orgasmo durante o sexo com o parceiro. Outras já ficaram presas a relacionamentos ou se submeteram a coisas que não queriam somente pelo sexo com um face.

Autoconfiança

Justamente por saber que pode dar prazer a si mesma, a mulher fica mais positivo e se sente mais simpático.

Relaxamento muscular

O vibratório promove o relaxamento da musculatura do períneo e melhora, fluxo sanguíneo (fundamental para a excitação), aumenta a sensibilidade na espaço genital, melhora o prazer sexual e até diminui dores durante a penetração.

Outrossim, para quem ainda se sente insegura durante o sexo, o uso do vibratório ajuda a relaxar até o momento da próxima relação.

Fantasia

Você não precisa usar o vibratório sozinha — ele pode (e deve!) ser usado durante a relação com seu parceiro.

Mas eu não preciso proferir novamente que ele não pode usar no próprio corpo, notório?

O vibratório não compete com o parceiro. Ao contrário: ele aumenta o prazer e a intimidade entre o parelha.

Refrigério na menopausa

Com a chegada da menopausa, a produção de estrogênios diminui, o ressecamento vaginal aparece e as dores durante a relação aumentam. Mas você sabia que o vibratório pode ajudar você a combater esses problemas?

Escoltado do uso de terapia hormonal, o vibratório pode melhorar o trofismo vaginal e aumentar a lubrificação.

Outrossim, ele melhora a circulação sanguínea na região. Mas ele não vai resolver todos os problemas da menopausa sozinho, notório?

Viu porquê o vibratório traz benefícios à mulher? Já escolheu o seu padrão? Até o próximo post!

Gostou desse teor? Compartilhe com suas amigas:

Manancial

Pompoarismo - além de orgasmos melhores e de mais força no assoalho pélvico, a técnica pode ajudar você também a resolver infecções e outros problemas vaginais, acredita?

Pompoarismo: esse tirocínio pode ajudar a resolver infecções e problemas na vagina

Casamento sem sexo - engana-se quem pensa que existe um número exato para definir o que é normal e o que não é na quantidade de vezes que um casal faz sexo.

Casório sem sexo: dicas certeiras para mourejar com essa situação