Estou em crise de família e financeira por pretexto da quarentena. O que faço?

Tempo de leitura: 3 minutos

Estou em crise de família e financeira por pretexto da quarentena. O que faço?

“Olá, a minha situação estourou com a quarentena.

Acompanho o PdH faz uns anos, portanto resolvi malparar participar da Mentoria. 

O ano começou muito, estava crescendo na escritório de viagens onde trabalhava, recém promovido. Minha filha completou quatro anos em fevereiro, festinha em morada com a família toda, nenhum problema com ela na escolinha. Minha esposa também indo muito no ocupação dela. Moramos em São Paulo.

Aí veio a pandemia. Eu fui exonerado e ela agora trabalha de morada, onde passamos todo o tempo com nossa filha, já que não tem escola mais. 

Apesar das coisas estarem indo muito profissionalmente, as contas não estavam tão equilibradas, tinha uma dividazinha no cartão que eu vinha parcelando. Minha poupança não vai insistir nem mais dois meses. Tá um estresse horroroso porque a gente tá prestes a se endividar mais, eu e minha mulher brigamos várias vezes nas últimas semanas, nem sei manifestar se é só verba, ou se tá misturando a pressão do dia inteiro num apê pequeno.

“Até que as dívidas nos separem” | Foto por Ehud Neuhaus no Unsplash

Sendo sincero, fazia anos que a gente não tinha essa convívio de passar 24 horas por dia juntos.

Assumi a maior segmento dos cuidados domésticos da morada e da nossa filha, já que tô desempregado. Às vezes acho que a situação toda tá me deixando meio depressivo, não sei muito porquê conseguir ocupação depois da crise, sou um ótimo gestor de clientes e projetos, mas a espaço que mais domino parece que vai demorar um bom tempo até se reerguer.

Estou com temor de minha família desmoronar junto com o Corona. Alguém mais passando por isso? Porquê estão lidando? Toda ajuda será muito bem-vinda.

Obrigado.”

Porquê responder e ajudar no Mentoria PdH

(leia para evitar ter seu observação extinto):

  • comentem sempre em primeira pessoa, contando da sua experiência direta com o tema — e não só dizendo o que a pessoa tem que fazer, porquê um professor distante da situação
  • não ridicularizem, humilhem ou façam piada com o outro
  • sejam específicos ao recontar do que funcionou ou não para vocês
  • estamos cultivando relações de parceria de convenção com a perspectiva proposta cá, que vai além das amizades usuais (vale a leitura desse link)
  • comentários grosseiros, rudes, agressivos ou que fujam do foco, serão deletados

Porquê enviar minha pergunta?

Você pode mandar sua pergunta para posts@papodehomem.com.br .

O tópico do email deve ter o seguinte formato: “PERGUNTA | Mentoria PdH” — assim conseguimos filtrar e encontrar as mensagens com facilidade.

Posso fazer perguntas simples e práticas, na traço “Porquê planejo minha mudança de cidade sem quebrar? Porquê organizar melhor o tempo pra cuidar de meu rebento? Porquê mourejar com o diagnóstico de uma doença grave?” ?

Queremos tratar também de dificuldades práticas enfrentadas por nós no dia-a-dia.

Portanto, quem tiver questões nessa traço, envie pra nós. Assim vamos construindo um mosaico mais largo de assuntos com a Mentoria.

Essa Mentoria é incrível. Onde encontro as perguntas anteriores?

Basta entrar na coleção Mentoria PdH.

H., um presente pra você:

Vamos te enviar por email o ebook “As 25 maiores crises dos homens — e porquê superá-las”, produzido pelo PdH.

Se deseja comprar ou presentear alguém que possa se beneficiar, compre a sua edição cá.

Para saber mais sobre o teor do livro e tudo que vai encontrar lá dentro, leia esse texto.

Ao comprar o livro, você também ajuda a manter o PapodeHomem vivo.

Nosso rendimento com anúncios caiu drasticamente nos últimos dois anos, assim porquê aconteceu com toda a indústria jornalística, no Brasil e no mundo (a verba agora se concentra no Facebook e no Google). Porquê o que fazemos é para vocês e não para gerar o maior número de clicks com textos vazios, essa ajuda é precípuo para nossa sustentabilidade.


publicado em 18 de Maio de 2020, 12:22





Fonte: papodehomem.com.br

Comodidade do companheiro de foda

Separados pelo Isolamento | Uma vez que ficam os relacionamentos que foram distanciados pelo Coronavírus?