Menopausa e pompoarismo têm tudo a ver! Saiba quais os benefícios do manobra pélvico nessa tempo da vida

Contar com aliados para trazer mais conforto e qualidade de vida é muito bom. Você sabia que o pompoarismo pode ser um deles?
Tempo de leitura: 7 minutos

Menopausa e pompoarismo têm tudo a ver! Saiba quais os benefícios do manobra pélvico nessa tempo da vida

A chegada da menopausa é vista uma vez que temor por grande secção das mulheres.

Enfim, a queda de produção hormonal traz diversas mudanças corporais — muitas delas, negativas.

Portanto, relatar com aliados para trazer mais conforto e qualidade de vida é muito bom. Aliás, você sabia que o pompoarismo pode ser um deles?

Muita gente acredita que o libido sexual morre com a menopausa. Olha, isso não é verdade. Todo mundo tem recta a uma vida amorosa plena e feliz, independentemente da idade!

Por isso, o pompoarismo aparece uma vez que uma técnica em que a mulher usa para dominar seu corpo e sentir mais prazer durante as relações.

Duvida? Neste post, você vai saber:

  • O que é menopausa;
  • O que é pompoarismo;
  • Porquê o pompoarismo pode tranquilizar os sintomas da menopausa.

Vamos lá?

O que é menopausa?

Menopausa é, na verdade, a última mênstruo que a mulher tem na vida.

No entanto, o termo é também utilizado para denominar o período de vida posteriormente o último ciclo menstrual, que pode ocorrer de maneira procedente ou com a remoção do útero em um procedimento cirúrgico.

Dessa forma, o momento se caracteriza pela interrupção do desenvolvimento de folículos produtores de óvulos pelos ovários. A saber, a mulher produz hormônios sexuais (estrogênio e progesterona) ainda quando está no útero materno.

Na puberdade, com o maduração dos ovários, ela produz quantidades muito maiores desses hormônios — e continuará assim por algumas décadas.

Na chegada dos 40 a 50 anos, os ovários, já mais velhos, param de fabricá-los. Porquê o endométrio (parede interna do útero) não recebe mais hormônios, ele para de despencar e, consequentemente, a mulher para de menstruar e entra na menopausa.

Todavia, esse processo não acontece de um dia para o outro. O organização lentidão alguns meses para parar de menstruar. Assim sendo, esse tempo de transição do período reprodutivo para o não reprodutivo, em que os ciclos menstruais ficam irregulares, é chamado de climatério.

Desse modo, para que a mulher tenha certeza de que está na menopausa, ela precisa permanecer por, pelo menos, um ano sem menstruar de forma espontânea. A interrupção da produção de hormônios traz diversas alterações fisiológicas. Por isso, mesmo a variação de sintomas pode se diferenciar muito de uma mulher para outra: uma pode sentir pouquíssimos sintomas, outra tem sintomas intermediários e outra pode suportar bastante.

Enfim, alguns sintomas da menopausa são:

  • Secura e desconforto vaginal, o que dificulta a ter relações sexuais;
  • Predisposição à osteoporose, causada pela queda no estrogênio;
  • Concentração de tecido oleoso na bojo;
  • Alterações na vulva, vagina, uretra e varíola;
  • Ondas de calor no pescoço, rosto e seios;
  • Dificuldade maior para ter orgasmos;
  • Tendência a desenvolver depressão;
  • Esgotamento das unhas;
  • Descontrole no colesterol;
  • Subtracção de colágeno;
  • Cansaço e indisposição;
  • Alterações de humor;
  • Distúrbios do sono;
  • Queda de cabelo;
  • Perda da libido;
  • Decura da pele;
  • Irritabilidade.

Tratamentos

Por ser uma tempo difícil para grande secção das mulheres, existem tratamentos disponíveis para trazer conforto e minorar os sintomas.

A propósito, o mais publicado é a reposição hormonal verbal, mas existem outros recursos que podem facilitar em áreas específicas da vida. Olha só:

Reposição hormonal

Primeiramente, é importante saber que a reposição hormonal é aquela em que a mulher repõe sinteticamente os hormônios que o corpo não produz uma vez que antes.

Enfim, é o tratamento mais famoso e traz excelentes benefícios, uma vez que a proteção cardiovascular feminina e a redução do risco de cancro de tripa e de ovário.

Entretanto, o problema é que os hormônios sintéticos também podem proporcionar efeitos colaterais intensos, dependendo da sensibilidade de cada organização.

Por isso, a reposição hormonal não é indicada quando há histórico de cancro de peito na família.

Hoje, existem diferentes formas de fazer essa reposição:

  • Comprimidos;
  • Aro vaginal;
  • Adesivo;
  • Injeção;
  • Gel.

Lubrificante

Para quem deseja ter uma vida sexual plena, sem que a secura vaginal atrapalhe, o uso de lubrificantes facilita bastante a penetração, diminuindo dores e dando mais prazer.

Aliás, preliminares e seiva também ajudam, mas o lubrificante cria uma classe mais duradoura e proporcionam mais conforto.

Atividade física

Exercícios físicos são tudo de bom em qualquer tempo da vida, não é verdade?

E supra de tudo ajudam bastante durante a menopausa!

Trinta minutos de atividades aeróbicas diariamente melhora  a flexibilidade, o sistema cardiovascular e diminui os fogachos (as insuportáveis ondas de calor).

Enquanto isso, os exercícios que exigem força estimulam os ossos a captar cálcio e condicionam a volume magra do corpo.

Portanto, alie a musculação a outra atividade, uma vez que dança, natação e jornada.

Vitaminas e minerais

A ingestão de complexos vitamínicos pode facilitar bastante a diminuir os incômodos da menopausa. Veja:

  • Cálcio: diminui o risco de osteoporose;
  • Vitamina D: ajuda o organização a sugar o cálcio;
  • Vitamina C: ajuda a controlar as hemorragias menstruais que ocorrem durante o climatério;
  • Flavonoides: além de facilitar no controle das hemorragias, também amenizam os fogachos e as alterações de humor;
  • Vitamina E: deixa unhas e pele mais saudáveis, além de controlar ondas de calor, secura vaginal e sensibilidade dos seios.

Aliás, inserir na sua dieta vitualhas com essas substâncias é uma escolha procedente e saudável de consumi-las. Converse com seu médico para desvendar a melhor escolha!

Pompoarismo é uma técnica milenar de fortalecimento dos músculos do aparelho vaginal e, ao mesmo tempo, de descoberta e empoderamento do prazer feminino.

O que é pompoarismo?

Pompoarismo é uma técnica milenar de fortalecimento dos músculos do aparelho vaginal e, ao mesmo tempo, de invenção e empoderamento do prazer feminino.

Com origem na Índia, essa ginástica vaginal foi aperfeiçoada no Japão e na Indonésia.

Embora já muito idoso, o pompoarismo só chegou no Poente na dez de 1940. Arnold Kegel, ginecologista americano, trouxe a técnica uma vez que tratamento não cirúrgico de incontinência urinária em grávidas.

Atualmente, o pompoarismo trabalha todos os músculos do aparelho vaginal utilizando, basicamente, contração e relaxamento. Embora soe simples, a técnica vai de exercícios básicos a avançados, que contam com utensílios para exigir mais força e controle da vagina.

Portanto, você deve relatar com uma supervisão profissional para que possa praticar com segurança em vivenda.

Por que menopausa e pompoarismo têm tudo a ver?

Com a idade, é normal que percamos o tônus muscular. Isso também é geral na região que sustenta o assoalho pélvico.

Mas, assim uma vez que qualquer manobra físico, o pompoarismo traz diversos benefícios que vão muito além do que se imagina.

E se você está na menopausa, pode aproveitar de vários deles. Veja:

Regulação hormonal

O pompoarismo estimula a produção dos hormônios. Com isso, muitos sintomas são controlados, uma vez que os fogachos e a perda da libido.

Lubrificação

A lubrificação vaginal também melhora consideravelmente graças aos exercícios!

Isso porque os movimentos de contração e relaxamento melhoram a regadura sanguínea do conduto vaginal, o que estimula a umidade na região.

The Well by Northwell

Libido

Com a regulação da produção dos hormônios femininos, a libido volta a aumentar.

Aliás, a força dos músculos e a volta da lubrificação vaginal deixam a mulher mais esperançoso e confortável para ter uma vida sexual ativa.

Isso porque você pode sentenciar a hora em que quer ter prazer!

Do mesmo modo, outra vantagem é que, além dos músculos da vagina, o pompoarismo também fortalece o ânus.

Portanto, se você também curte sexo anal, poderá se beneficiar também nessa prática.

Orgasmos

A mulher que pratica pompoarismo diariamente não tem dificuldades em atingir ao orgasmo.

Aliás, ele costuma ser muito mais intenso!

Dessa maneira, ela consegue fazer vários movimentos no pênis do parceiro, o que aumenta sua autoconfiança durante a relação sexual.

O Pompoarismo também faz maravilhas pelo varão — e ele não precisa de nenhum instrumento para principiar!

Redução da dispareunia

A dispareunia é uma exigência em que a mulher sente dores todas as vezes em que transa.

Com toda a certeza pode estar relacionada a várias causas, uma vez que falta de lubrificação e vaginismo (enrijecimento involuntário dos músculos ao volta da vagina).

Durante a menopausa, o problema se torna mais geral justamente pela secura vaginal e pela falta de flexibilidade.

Por exemplo, com o pompoarismo, a vagina volta a ser irrigada e a produção de hormônios aumenta, diminuindo ou eliminando os sintomas da dispareunia.

A mulher que pratica pompoarismo diariamente não tem dificuldades em atingir ao orgasmo.
Cocooncenter

Funcionamento do tripa

A força dos movimentos vaginais também influencia os movimentos peristálticos do tripa.

Olha, nós trabalhamos bastante os músculos do abdómen enquanto praticamos os exercícios.

Com isso, o órgão consegue sugar melhor os nutrientes da nossa alimento e expelir as toxinas com mais facilidade.

Cabelos, unhas e pele

O bom funcionamento do tripa influencia positivamente na pele e nos anexos cutâneos.

Nesse sentido, uma vez que as toxinas são eliminadas, elas não se instalam nessas regiões.

Incontinência urinária

Porquê eu te disse, Kegel trouxe os exercícios para o Poente com o objetivo de evitar a incontinência em grávidas.

E, com o progressão da idade e a flacidez dos músculos do assoalho pélvico, esse problema acontece com mais facilidade.

Enfim, o pompoarismo traz mais força para a região, evitando que você urine enquanto ri, pratica exercícios ou até leva um susto.

Epílogo

Viu uma vez que a ginástica vaginal pode fazer muito por sua saúde, inclusive posteriormente a menopausa?

Mas os benefícios não são unicamente para quem já não menstrua — mulheres de todas as idades (a partir dos 18 anos) podem praticar para melhorar a lubrificação, fortalecer os músculos e ter uma vida sexual muito mais completa! Os exercícios são eficazes até para reduzir as cólicas menstruais!

Portanto, não deixe para depois! Comece agora a praticar os exercícios!

Você já pratica pompoarismo? Conte cá nos comentários qual o impacto que a ginástica íntima trouxe para a sua vida, vou apaixonar saber! Aliás, torne-se uma pompoarista com o meu curso!

Tenho certeza que vai ajudá-la na autoestima, saúde e relacionamento!

Gostou do texto? Acompanhe sempre o blog e fique por dentro de tudo sobre relacionamento, saúde e sexualidade!

Ósculo!

Gostou desse teor? Compartilhe com suas amigas:

Manancial: www.mulheresbemresolvidas.com.br

4 motivos para fazer sexo pela manhã

Ósculo heleno: explorando o prazer dessa preparatório

Conteúdo Sensível
Clicar para ver artigo

CAPA PENIANA INCOLOR CYBER 19 X 5CM SEXY FANTASY